Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A minha vidinha

A minha vidinha

01
Mar17

#ViverEm"Comunidade"1 Se querem lavar roupa suja em praça publica chamem-me que eu adoro o cheiro a detergente!

Maki

Estava eu descansada no meu humilde quarto quando começo a ouvir uma pessoa a rabiar por uns lençóis estarem estendidos na corda onde ela queria estender os seus, os lençóis que lá estão são meus e se amanhã não tiverem secos irão permanecer naquela exacta posição até que sequem, porque se eu só lavo lençóis quando vejo que há espaço para os estender (o que com sorte acontece uma vez por mês) quero que pelo menos sequem decentemente... E muita sorte tem eles de eu respeitar o pessoal e não ter lavado logo os outros 2 jogos que tenho para lavar... Que quando cheguei as 4 cordas estavam totalmente vazias e cabiam perfeitamente lá os 3... 

Em minha defesa eu não estava a tentar cuscar nenhuma conversa, mas a porcaria da janela da cozinha é colada ao meu quarto e o meu cérebro ficou atento quando ouviu falar em lençóis. Até porque não falaram uma vez e cagaram no assunto... Não... Falaram uns bons 5 minutos sobre isso, de tal forma que me fartei daquilo e fui à cozinha para ver se alguém me dizia para tirar os lençóis ou assim. Nada. Ninguém me disse nada sobre os lençois. Cheguei à cozinha, peguei num iogurte e nem um piu, portanto presumi que o assunto estivesse encerrado e que tivessem chegado à conclusão que quem lavou cenas sem verificar se tinha espaço para estender é que estava mal... Assim que me sento na cadeira do quarto ouço um "ainda por cima estão mal estendidos!". E ri-me. Ri-me bastante, ri-me durante demasiado tempo... Como é que alguém consegue ter a pessoa responsável pelo maior drama do seu dia à frente e espera que ela se vá embora para voltar a tocar no assunto? Para mim não faz sentido! Se querem falar mal do que eu faço chamem-me! Se querem falar mal de mim também que eu sou das melhores pessoas a fazê-lo. Mas não ofendam a forma como estendo os meus lençóis quando só tem uma corda vazia e se lembraram de fazer uma maquina de lençóis e toalhas. 

 

 

Como me cheira que este semestre vai ser meio atribulado nesta humilde casa vou começar a rubrica: " Viver em "Comunidade" ", que se estivesse a "viver sozinha" não tinha dores de cabeça...

28
Fev17

No fundo as pessoas são o mais importante

Maki

Estou desde Outubro no mesmo quarto, numa casa média, desde Outubro que alguns canos entopem, as limpezas são meio rascas, tivemos noites sem luz e alguns moveis improvisados, mas não fazia mal porque as pessoas que cá estavam compensavam esses pequenos problemas, jantávamos juntas, sempre que nos cruzávamos nos corredores tínhamos um ou dois dedos de conversa que geralmente se prolongavam até à cozinha onde ficávamos a beber chá, verdade seja dita, por vezes as conversas prolongavam-se demais ao pequeno-almoço e acabava por chegar atrasada.

Em Janeiro elas foram-se embora, ora porque tinham acabado o semestre de erasmus, ora porque estavam prestes a começar o mesmo. Do grupo inicial ficámos duas e em Fevereiro entraram 3 pessoas novas. Apesar de possuir-mos o mesmo numero de prateleiras no frigorífico, hoje quando cheguei a casa não tinha espaço para por a comida pelo que tive que invadir a prateleira de alguém. Aparentemente a criatura que é apologista da vida em comunidade e respeito para além de não entender o que são espaços privados, também não percebe o que são zonas comuns. Há uma pilha de loiça por lavar e o fogão mete nojo.

Parece que está na altura de procurar um novo quarto.

13
Fev17

Aí que ainda fico sem casa...

Maki

Há um inquilino novo lá em casa... Uma pessoa estranha, com teorias de que o universo é justo e que cada um colhe o que semeia e que aparentemente se sente bastante chateado com o senhorio por não passar recibos e merdas, hoje pedir-me lá do apartamento enquanto falava ao telefone e eu dei porque bem... É lá de casa... Podia querer mandar vir alguma coisa ou assim. Acabei de acordar subresaltada porque enquanto dormia me apercebi que ele podia estar a apresentar queixa a alguém, a querer por "o universo" a funcionar.

Espero que seja uma preocupação em vão, mas a verdade é que se o gajo fizer queixa isso me vai atormentar, especialmente tendo em conta que pedi a morada à pouco tempo para mandar vir uma merda do ebay... Fdx.

09
Fev17

Sou uma besta

Maki

Nunca ninguém é 100% feliz numa casa partilhada, portanto sempre que o pessoal da terrinha se reune acabamos por nos queixar das pessoas com que nos vemos obrigados a dividir casa durante a faculdade, sempre que isso acontece apercebo-me que sou uma besta.

Após 3 anos nessa vida deixei de ter paciência para ser passiva. Se vejo alguma coisa cagada não consigo passar ao lado enquanto rezo para que o responsável limpe aquilo, simplesmente limpo e posteriormente falo com quem suponho ser o responsável, se não fizer ideia de quem foi falo com toda a gente lá de casa para que aquilo não se volte a repetir. Se não há espaço no congelador não me queixo ao senhorio, falo com as pessoas arranjo um tempinho, despejo o congelador e tiro o gelo que ocupava mais de 50% do espaço útil. Se a ligação à Internet está uma porcaria não choro e digo mal do senhorio na cozinha, ligo-lhe a queixar-me. Se algum cano está entupido não espero que a gravidade faça com que a água desapareça e deixe um rasto de gordura, pego no desentupidor posteriormente limpo o lava-loica. Se alguém tem uma ideia horrível para melhor alguma zona da casa dou-lhe a minha honesta opinião mas digo-lhe que está à vontade para experimentar.

O meu senhorio diz que sou desenrascada, as minhas amigas dizem que sou uma besta.

14
Jan17

Termo-1 Euzinha-0

Maki

Ontem comprei um termo, nunca tinha comprado um termo na minha vida, mas como aquele estava em promoção e era fofo resolvi compra-lo para meter o meu chazinho. Sou fã de chá? Nem por isso... Mas o termo era fofo e pareceu-me ser o incentivo necessário para passar a gostar de chá. Cheguei a casa, aqueci a água, meti uma saqueta de chá, esperei aquilo arrefecer um bocadinho, enchi o termo e levei-o para o quarto. 

Devo dizer-vos que o termo é óptimo em termos de isolamento, passado cerca de uma hora o chá ainda estava suficientemente quente para me queimar o queixo (literalmente queimar, já passaram 3 horas, e para além de uma mancha vermelha ainda sinto a pele a gritar "És mesmo burra!" apesar de já me ter besuntado com biafine). Mas hey! Agora já sei que o copinho não é só para decoração e que o conteúdo não sai pelo botão que diz "open". 

Crescendo e aprendendo.

16
Out16

Micro-ondas-2 Euzinha-0

Maki

Odeio este micro-ondas. Estou nesta casa desde dia 1 e já o odeio. Usei-o 2 vezes, numa das vezes perdi 80% do molho que posteriormente tive que limpar das paredes do bastardo e na outra perdi 50% da refeição em plena batalha. 

E não sou só eu que tenho problemas com o bacano, da primeira vez que abri a porta do dito percebi os horrores que se passavam lá dentro, de tal forma horríveis que quem assistia aos mesmos não tinha coragem de limpar o campo de batalha, deixando ali ao Deus dará os pobres molhos que se viram obrigados a deixar o alimento que antes de entrar na câmara da morte fora suculento. 

RIP caldeirada de peixe;

RIP papas de aveia.

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D