Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A minha vidinha

A minha vidinha

10
Ago19

Quando uma barata se mete na minha vida

Maki

Ia fazer uma coisa extremamente espontânea. Ontem convidaram-me para hoje ir de férias, assim do nada, sem qualquer aviso prévio, apenas um “amanhã vamos embora, temos um lugar vago, queres ir?” E eu, acabei por dizer que sim. Tanto porque sinto que não estou a aproveitar bem a minha vida jovem, como por o pessoal ser super bacano.

Cheguei a casa, expliquei ao meu pai, perguntei se se importava, ele disse que podia ir, fiquei toda contente, fiz a mala e fui dormir que hoje tinha que abalar às 7h. E o meu problema foi ter ido dormir... 

Acordei várias vezes em pânico, com o cérebro a andar a 1000. Porquê? Porque já fui àquela cidade e à noite aquilo ficava infestado de baratas, e quando digo infestado, é mesmo infestado... Aliás, de certa forma até tivemos sorte porque no nosso apartamento “só” vimos uma, gigante, na parede, que voou para a cara de um moço que estava connosco e gerou o meu primeiro e último ataque de pânico à frente de pessoas.

O pior é que racionalmente sei que não faz sentido não ir por causa de baratas... As bichas são inofensivas. Feias, mas inofensivas, vendo as coisas nesse prisma, até tenho bastante em comum com elas. Sei que elas estão em todas as cidades e que é estupido ter medo delas, porque a probabilidade de um dia as cabras me invadirem a casa é grande. 

Mas porra... tive anos sem ver uma... chegar àquela terra e ver tantas fez-me impressão... E o pior é que as via sempre em sítios onde não podia fugir... Posteriomente voltei a ver essas cabras tanto em Lisboa como na minha terrinha, mas sempre na rua, onde podia fazer um sprintzito ou saltar para as costas de alguém (comportamento super adulto e racional, eu sei).

Isto tudo para dizer que não vou de férias para Espanha com medo de encontrar baratas no apartamento, e vos dar a entender que se um dia aparecer no telejornal que uma otária pegou fogo à casa porque viu uma barata, é provável que seja eu.

 

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D