Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A minha vidinha

A minha vidinha

28
Jan19

Quer namorar com um agricultor?

Maki

Não me orgulho disto, mas adoro ver os programas de qualidade questionável que recorrem a pessoas que se sentem sozinhas/querem fama/estão desesperadas para ganhar audiências. Não perco um único episódio quer seja do carocha quer do restaurante com constantes interrupções quando a conversa esta fluida.

Mas fazer um programa com o intuito de arranjar mulheres para um agricultor? Epah, não sei se terão muita gente interessada... E não me refiro a gajas, que essas ouvem agricultor e pensam logo que se trata dos donos das quintas e herdades. Mas essas geralmente não tem problemas a arranjar mulheres, alias, aos 18 anos geralmente já estão quase casados, que quem lhes pões a mão em cima não os solta com facilidade. 

Então o programa e sobre quem trabalha a jorna? Se for assim as meninas vão ficar tristes... Porque esse pessoal trabalha imenso, tem a pele envelhecida por causa do Sol, não ganha tanto como devia, sai de casa de madrugada, volta após o almoço estoirado e sem vontade de fazer nada...

14
Jan19

Alojamento Local

Maki

Já recorri ao alojamento local por 2 vezes, a primeira em Espanha a segunda no Porto.

Em Espanha para além de partilharmos a casa com uma barata mutante, partilhávamos também o prédio com residentes, ao longo das escadas haviam avisos para não fazer barulho, para ter cuidado para não deixar malas nas escadas e assim. Enquanto mãezinha do grupo garanti que tudo isso acontecia (com excepção do momento em que a cucaracha decidiu aparecer, ai gritei, corri e chorei...), mas não foi fácil, quando uma pessoa está de férias tem tendência para cantar, rir, falar mais alto, apanhar bebedeiras ir fazendo o Haka até casa... E é complicado dominar 3 pessoas bêbedas...

Quando fomos ao Porto acabou por ser mais simples porque todo o prédio era para alojamento local, então no fundo toda a gente fazia muito barulho.

Mas este ano decidi que vou passar a evitar alojamentos locais ao máximo. Infelizmente não é por ser rica e finalmente ter dinheiro para hotéis finos, mas sim porque alojamento local é algo que está a matar tanto o espírito das cidades como os seus habitantes... Conheço o caso de uma senhora que vai ser posta na rua porque o seu senhorio pode ganhar em 4 dias o que ela paga por um mês de renda. A senhora, já de idade, vai perder a casa, a sua rotina. Ao longo dos últimos 2 anos foi-me contando como as lojas dos seus conhecidos iam fechando e eles tinham que mudar de sítio, ora para dar espaço a lojas de cores berrantes, ora para as que tem a vaca à porta.

Infelizmente o bairro vai agora perde-la a ela.

14
Jan19

Outra vez na lama

Maki

Depois de um ano lectivo super fluido bumba! veio o 1º semestre do 5º ano: duas cadeiras atrelada a idiotas machistas que não conseguem ouvir uma opinião proveniente de alguém com vagina; ansiedade em alta; a depressão a tentar dar um oizinho...

Deixei escapar o prazo para me candidatar a uns estágios pela faculdade, então agora ando com a corda ao pescoço para tentar concorrer por fora. Tenho que fazer uma apresentação sobre o estado da arte e o que planeio fazer para a tese, mas não sei quando e 3 exames à porta.

Durante a ultima semana só saí para ir nadar, fazer um exame e jogar dominó com a senhora.

Sempre que alguém diz "os melhores anos da tua vida são passados na faculdade! É lá que se fazem amizades para a vida!" tenho vontade de esmurrar a criatura na tromba. A sorte é que tive uma vida muito feliz no secundário, senão ainda acreditava nessa moenga e suicidava-me antes de acabar o curso.

Porra, já nem consigo fazer um texto fluído e coerente porque gastei todo o meu latim na porcaria da preparação do estado de arte...

10
Jan19

Aí que estou a ir ao sitio errado

Maki

Hoje quando sai do balneário deparei-me com dois moços (por volta dos 20/25, altos, sorridentes, bonitinhos, talvez cabroes) e comparei-os com o tipo de pessoa que encontro na piscina (+40 anos, baixinhos, bochinha)... 

Concluí que ando a frequentar a área errada do ginásio. Mas não tenho coragem de a deixar 

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D